Quem já assistiu aos filmes de terror certamente já ouviu falar dos vampiros. De acordo com a lenda (e também de acordo com o que é mostrado nos filmes), o vampiro é uma criatura que tem a forma humana. Esta mesma criatura sobrevive sugando o sangue das pessoas. De dia, está dormindo (numa sepultura ou num caixão). À noite, sai para atacar suas vítimas. Quem é mordido por um vampiro também se torna igual a ele após um certo tempo.

A esquerda age exatamente igual ao vampiro. Durante o dia, seu lado mau está “adormecido” (ela aparenta ser bondosa). Mas quando chega a noite, ela “desperta” a sua face cruel: faz os seus planos macabros em segredo (para que todos sejam atacados de surpresa). Só para se ter uma idéia, o PLC 122 (projeto de lei a favor dos homossexuais) ia ser aprovado quase de madrugada (que é justamente a hora em que a maioria da população está dormindo)!

O vampiro é um ser hematófago (ou seja, se alimenta somente de sangue). Quanto mais sangue ele suga, mais forte ele se torna. A esquerda também se alimenta de sangue. Através de seus vampiros (ditadores comunistas), ela já sugou o sangue de mais de 100 milhões de pessoas. E sempre precisa de mais sangue para ter o poder nas mãos.

Assim como a capa de um vampiro é vermelha por dentro (para simbolizar o sangue de suas vítimas) e preta por fora (para representar a escuridão da noite), a camisa dos militantes esquerdistas também é vermelha (bem como suas siglas e suas bandeiras). E um dos livros que explica melhor o “modus operandi” da esquerda é “O LIVRO NEGRO DO COMUNISMO” (da mesma cor externa da capa de um vampiro)! Coincidência?

O vampiro não reflete a própria imagem num espelho. Da mesma forma que o vampiro, a esquerda não reflete seus próprios erros. Prefere escondê-los na escuridão do seu próprio mundo secreto (para que esses mesmos erros não sejam vistos por todo o povo).

O vampiro fica com medo quando alguém lhe mostra uma cruz. Assim como o vampiro, a esquerda tem medo das verdades da fé cristã (representada pela cruz). Afinal, Marx (o deus da esquerda) era satanista. Quem é das trevas tem medo da luz (porque a luz mostra a verdade).

Existem muitas formas de se matar um vampiro, mas existem 2 que são consideradas as mais eficientes: cravando uma estaca no coração dele, ou expondo-o à luz do dia. A esquerda, para ser destruída, precisa ter uma estaca cravada onde mais dói: as suas fontes de financiamento. Cortando o dinheiro, a esquerda morre por falência múltipla das entidades e de seus filiados. E assim como a luz do dia é fatal para o vampiro (fazendo com que ele vire pó), ela também é fatal para a esquerda (porque faz virar pó todas as suas pretensões malignas ao serem expostas ao público).

Enfim, o vampiro é uma criatura diabólica a serviço da esquerda! Temos que nos prevenir com todos os recursos que tivermos (jejum e oração, água benta, cruzes, alho, estacas pontiagudas, e outros itens), para não sermos vítimas dos vampiros esquerdistas!

 

Créditos da Imagem: Ator Christopher Lee no papel de Dracula (filme de 1958)

Justiceiro Solitário, para Vida Destra, 21/7/2020.
Sigam-me no Twitter! Vamos debater meu artigo! @JUSTICEIROSOLI2

Acompanhe me
Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Simone Lisboa da Costa
Simone Lisboa da Costa
1 ano atrás

Gostei bastante da sua analogia e forma de expor! Qualquer semelhança com a realidade doa nossos DESgovernantes, incluindo os tokgados, não é mera coincidência! ??

Simone Lisboa da Costa
Simone Lisboa da Costa
Reply to  Simone Lisboa da Costa
1 ano atrás

*dos

Nunes
Nunes(@nunes)
Admin
1 ano atrás

Show de bola!

Sander Souza
Sander Souza(@sanderjp)
1 ano atrás

Excelente analogia! Parabéns pelo artigo!