Não é fácil ser técnico de futebol no Brasil! Se não obedecer ao gosto da torcida é esculhambado. Perder para o rival, nem pensar! Estará demitido no dia seguinte. É degola na certa. Somos pretensiosos 200 milhões de “técnicos” que do alto da nossa loucura acreditamos que podemos, com a pífia quantidade de informações disponíveis do nosso lado, ter a ousadia de ensinar o próprio técnico de futebol como ele deve comandar o time. E assim caminha a torcida brasileira…. Parece que na política está ocorrendo a mesma coisa. Só que pior, enquanto que no futebol, raramente um torcedor abandona o seu time, aqui na arena política, muitos que se intitulam de “direita” e, diga-se de passagem, direita “mimizenta”, vivem numa eterna gangorra. Se Bolsonaro não faz meus gostos, saio do time, depois que a coisa começa a dar certo, volto para o time.

Um conselho: se você não sabe ser militância ainda, por favor, enclausure-se na espiral silenciosa e não saia de lá até aprender a fazer leitura de jogo. Não me lembro de nenhum de nós protestando quando FHC, Lula e Dilma aparelhavam o STF com suas indicações, mas no campeonato atual, todos nós viramos especialistas em indicações. Então por favor, abaixa sua bolinha porque temos mais 45 minutos e o campeonato está apenas começando.

E quanto ao presidente: Bolsonaro, bola pra frente, deixa a torcida chiar. Você é o técnico!

 

Paulo Cristiano da Silva, para Vida Destra, 07/10/2020
Vamos discutir o Tema. Sigam-me no Twitter  @pacrisoficial , no Parler @Pacris e no Conservative Core @pacris

Acompanhe me
Subscribe
Notify of
guest

6 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Nunes
Admin
1 ano atrás

Excelente. Melhor comparação, impossível.

Sander Souza
1 ano atrás

Parabéns pela contundente crítica!

Jociane Zwerchowski
Jociane Zwerchowski
1 ano atrás

Excelente comparação!!! É exatamente essa a leitura que fiz quando Bolsonaro escolheu o Kassio para o STF

Anamel
Anamel
1 ano atrás

Perfeita comparação, parabéns.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
1 ano atrás

No excelente artigo de @pacrisoficial sobre o imediatismo: um mal na política e no futebol, porque Bolsonaro não quer botar um ponta na Seleção?

Davidson José de Sousa Oliveira
1 ano atrás

Boa comparação. Parabéns, senhor Paulo