Por Fabio Oliveira                                                                                      @fabio_oliveira

 

Atlético-MG x Corinthians – Brasileirão

31ª Rodada

 

3×0, fora os ameaços!!

 

O Corinthians visitou nessa quarta (10) o Atlético-MG, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe foi a campo com uma alteração em relação a partida anterior, Gustavo Mosquito no lugar de Gabriel Pereira. Isso significava que mais uma vez teríamos 2 improvisos no time: Renato Augusto de falso 9 e Sylvinho de falso técnico.

O Timão até começou bem a partida, com mais posse de bola e intensidade na marcação. A equipe criou jogadas e fez tabelas, mas não finalizou contra a meta mineira.

Aos 13, após roubada de bola no meio de campo, Diego Costa recebeu na intermediária e arriscou o chute. Cássio aceitou. Ê, Cássio…assim fica difícil te defender!

O Corinthians sentiu o gol e não conseguiu repetir o bom início de jogo. As únicas jogadas ofensivas vinham pelas pontas com Roger Guedes e Mosquito.

Aos 29, após cobrança de escanteio, João Victor cabeceou por cima do gol.

Na sequência, foi a vez do galo assustar em escanteio. Arana cruzou e Zaracho chegou batendo de primeira para fora!

Aos 42, Cássio se redimiu. Diego Costa ajeitou cruzamento que veio da direita e Hulk chegou finalizando quase na pequena área, mas parou em grande defesa do gigante corintiano!

Final de primeiro tempo.

Sylvinho trocou Du Queiroz por Gabriel Pereira para a segunda etapa, mas mal teve tempo para a mudança surtir resultado…

Aos 6 minutos, após nova roubada de bola na saída de jogo corintiana, Keno recebeu e soltou uma bomba de fora da área. A bola morreu no ângulo, sem chance para Cássio.

Mesmo com 2×0, a equipe mineira seguia pressionando. A falta de repertório do Timão facilitava a marcação adversária e a equipe mal chegava ao campo ofensivo.

Aos 19, Rever quase ampliou de cabeça mas a bola saiu raspando a trave!

Três minutos depois, entraram Jô e Vitinho nos lugares de Roger Guedes e Mosquito. Mas as jogadas ofensivas não saiam e o Atlético seguia perigoso nos contra-ataques.

Aos 41, Fabio Santos derrubou Hulk na entrada da área e recebeu cartão amarelo, com isso está fora do próximo jogo para cumprir suspensão. Na cobrança, Hulk assustou ao buscar o ângulo de Cássio.

Aos 44, a segunda finalização do Timão. É mole? GP cruzou, Vitinho ajeitou de cabeça e Giuliano, de frente pro gol, desviou para fora!

No lance seguinte, Jair recebeu na área e bateu forte para defesa de Cássio!

Já nos acréscimos, Hulk driblou os dois zagueiros e chutou forte para fechar o placar.

Final de baile, digo, de jogo.

Novamente ficou escancarada a falta de alternativas do time. Sylvinho escala mal, mexe mal e não faz a leitura do jogo.

Não tem mais a desculpa de ter um time limitado. Temos bons nomes, mas não temos quem faça jogar.

Sylvinho está conseguindo desperdiçar o que os jogadores têm de melhor: faz Roger Guedes ser auxiliar de Fabio Santos na marcação, Fagner não tem liberdade pra apoiar, Renato Augusto jogar de costas pro gol e levando trombada de zagueiro…

E ainda tem parte da imprensa e da torcida defendendo Sylvinho por ser “gente boa e corintiano demais”. Bom, eu também sou e nem por isso sou apto a treinar o time profissional!

A próxima partida do Corinthians será sábado contra o Cuiabá na NeoQuímica Arena.

Bola pra frente, #ForaSylvinho e #VaiCorinthians

 

*Fabio Oliveira é um brasileiro apaixonado por futebol e pelo Timão.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd e no Canal do Telegram : https://t.me/EsportesVD

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Sigam
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments