Neste dia 15 de março p.f., nós, o povo, iremos mais uma vez para as ruas. Deixaremos nossos afazeres e lazeres para, na mais estrita e autêntica demonstração de democracia – evidenciando que tomamos consciência de que somos os legítimos detentores do poder – revelar que queremos que o atual Presidente tenha a oportunidade de fazer aquilo para o que foi eleito: governar em favor da população. Não apenas em benefício dos que o elegeram, mas de todos os brasileiros e das pessoas que em nosso país vivem. Está mais que na hora de dizermos em alto e bom som que CHEGA!, pois nossa paciência e tolerância, na expectativa de um mínimo de bom senso, chegaram ao fim.

Não haverá como demonstrar esse apoio sem que no bojo das manifestações esteja contido um veemente protesto contra quem está dificultando e mesmo impedindo a desejada e necessária governabilidade.

Quem são esses que assim agem e por que assim agem?

Identificá-los não é difícil. São, em sua maioria, opositores políticos magoados pelo distanciamento dos cofres públicos, congressistas ansiosos pelo retorno da velha política do “toma-lá-dá-cá”, ressentidos pela perda das benesses fartamente ofertadas pela corrupção institucionalizada pelo lulopetismo, imprensa ávida pelo retorno dos gordos investimentos publicitários que sempre funcionaram como um conveniente e imoral “cala-boca”, funcionários nomeados e desalojados de suas funções bem remuneradas que lhes garantia uma odiosa vida de privilégios, sindicalistas amargurados por se verem obrigados a atuar com correção e decoro, apadrinhados de políticos temerosos de serem afetados pela onda moralizante, membros das instituições ideologicamente aparelhadas, além dos doutrinados em geral por décadas de adestramento ideológico. Ah! Claro, o STF entra nesse grupo. Afinal, os Ministros devem favores a quem os apadrinhou e mais decidem politicamente que pela interpretação do texto constitucional.

Desses, os que têm real capacidade de dificultar e até impedir a governabilidade são justamente aqueles que receberam de nós, o povo, pelo voto, o DEVER de nos representar em defesa de nossos interesses, mas que têm se revelado defensores apenas de interesses próprios e pela perpetuação no poder. É principalmente contra eles que precisamos levantar nossas vozes, exigindo que nos ouçam.

O simples ato de enumerar esses que tudo fazem para impedir a governabilidade, já nos revela as razões pelas quais nós, o povo, temos como missão urgente participar das manifestações. Se nos omitirmos agora, estaremos jogando fora talvez a única e última oportunidade de fazermos valer o poder que temos, antes que o radicalismo tome conta deste país, com consequências imprevisíveis.

É verdade que Bolsonaro poderia ceder às chantagens a que tem sido submetido e, com isso, garantir um mínimo de governabilidade. Só que, se assim agisse, estaria frustrando as razões pelas quais o elegemos. Para ele, a batalha e a resistência têm sido difíceis e é preciso que demonstremos, sem resquício de dúvida, que ele não está sozinho nessa luta para mudar de vez o país.

Rodrigo Maia disse recentemente que o Congresso não é obrigado a ouvir o povo. E garantiu que o Congresso não é cartório onde eles carimbam o que o povo está pedindo. Então, só nos resta parar de pedir e passar a exigir o que com toda justiça nos é devido e que, democraticamente, escolhemos pelo voto.

Por isso, caros leitores, acrescento minha voz às de milhões de patriotas e conclamo a todos que cada qual cumpra seu dever. Em 15 de março, façamos o Congresso, o STF, o Brasil e o mundo ouvirem o povo brasileiro.

Laerte A. Ferraz, para Vida Destra, 9/3/2.020.

Sigam-me no Twitter! Vamos conversar! @ferrazlaerte

Laerte A. Ferraz
Acompanhe me
Últimos posts por Laerte A. Ferraz (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Andrew Petter Nold Long
5 meses atrás

Excelente artigo. Nós o Povo. Qualquer Político tem medo das Ruas pois, é a consagração da Democracia.

Izaias
Izaias
5 meses atrás

Muito bom….precisamos de mais disso.

Mila Maia
Mila Maia
5 meses atrás

Excelente texto, expressa a realidade e o desejo do povo.

Marco Aurélio de Mesquita Ferreira
Marco Aurélio de Mesquita Ferreira
5 meses atrás

Bravíssimo! Esse texto representa bem o anseio do povo brasileiro, indignado com a herança maldita do lulopetismo. É tempo de mudarmos isso, indo pra rua colocarmos nossas vozes pra serem ouvidas por todos os políticos e judiciário. Ninguém aguenta mais ver o país ser agredido com corrupção e roubalheira e a impunidade confirmada no congresso e judiciário desviado do seu objetivo, promover à justiça! Parabéns, caro Laerte e, obrigado!

Marcelo Olegário ignez
Marcelo Olegário ignez
5 meses atrás

Sensacional que o amigo conseguiu espremer essa massa que se choca movida pela insatisfação ou pela compreensão do jogo do sistema politico Brasileiro e começa a aspirar um governo saudável e atuante, que busca interrompe a agendas de grupos que promovem a crisa visando seu único bem particular na vida mediante a manipulação dos poderes e afiliações partidárias e ai não escapou o funcionalismo, o sindicalismo, o ativismo pago as fundações e os acordos entre poderes de uma velha politica. Ou seja, o complexa esquema histórico grande responsável pela forma do país fazer politica, que usa muito de discursos em… Read more »

Eronildes Imanishi
Eronildes Imanishi
5 meses atrás

Parabéns Laerte, esse é nosso sentimento, somos uma só corrente e uma só alma.
Conte comigo.
Vila Velha vai encher a Terceira Ponte são três quilômetros e vamos lotar a Praça do Papa em Vitória como nunca aconteceu.
Vamos mostra quem manda no Brasil.
Deus nos abençoe e proteja!

Célio Mesquita de Souza e Silva
Célio Mesquita de Souza e Silva
5 meses atrás

Prezado Laerte Ferraz, Boa Noite. Você mais uma vêz nos brinda com um excelente artigo sobre a atual situação de nosso país. Lúcido,coerente e objetivo. Retratou com segurança nossa insatisfação e mostrou também o que queremos para nosso país. Uma democracia plena,com respeito a todas as Leis e a Ordem. Segurança em todos os sentidos. Expulsar de uma vêz os maus políticos e “sugadores”da nação. Fim da corrupção sistêmica implantada por Lula & Dilma. Homens competentes,honestos e patriotas ocupando o Congresso,o STF e o governo em geral. Vamos às ruas,apoiar o Governo Bolsonaro e as reformas que está tentando implantar,enfrentando… Read more »

Maria Lucia
5 meses atrás

Bravos Laerte, por esse texto impecável, claro, objetivo, contendo toda a dura e triste realidade de ver homens inescrupulosos nos poderes da República, desprezando aquele que foi eleito pela maioria. Me senti mais forte e mais encorajada de continuar na luta, no protesto, na defesa da Democracia. Vou compartilhar, sim, porque se me lavou a alma, desejo o mesmo para os meus amigos que o lerem. Parabéns, e estamos juntos com Bolsonaro e sua equipe super especial.
Que bom, saber que o Brasil tem homens de bem, de pulso e coragem, assim, como você. Abraços , amigo!

Reginaldo Belo de Brito
4 meses atrás

Muito bom, Laerte! Você reafirma o foco que essa manifestação deve ter: que o Congresso trabalhe pelo pais e não impeça a governabilidade. Nós já pedimos, e agora você fala em EXIGIR, e está certo. Vamos dar esse novo passo!