O propósito de qualquer escritor cristão é tentar uma explicação, não sobre se é possível crer na fé cristã, mas sobre como ele pessoalmente veio a crer nela.

Esta afirmação feita por Chesterton me conduz, aqui, a falar de forma enfática e até mesmo agressiva sobre o que considero indefensável.

Mera sofística superficial é a coisa que mais desprezo, e talvez seja um fato salutar que esta seja a acusação que geralmente me fazem.

Não conheço nada tão desprezível como um mero paradoxo, uma mera defesa engenhosa do indefensável, como defender um bandido que foi livrado por amigos que, indicados por ele, foram parar no STF.

Cristão que apoia aborto é desejoso de Deus e da vida? Cristão que se aninha e se junta a bandidos, estupradores, pedófilos, presidiários e traficantes para, juntos, elegerem um espécime humano que mostra sua decomposição moral a cada declaração?

Cristão apoia o roubo e o assalto independentemente do valor do bem? Ora, o que para alguém pode ser considerado barato, para outro, é custoso, caro.

Quando um homem diz que a extinção é melhor do que a existência, como disse Lula, ao agradecer a criação do Coronavírus, é natural a um cristão se juntar a esse tipo de gente?

É necessário seguir um caminho de argumentação e justifica-lo.

É impossível não relacionar Lula com párias que comandam facções criminosas, como PCC, CV, ADA etc.

E o cristão que diz seguir os mandamentos de Deus, que diz zelar por princípios de vida sobre retidão, honestidade, preservação dos bons valores familiares, esse cristão se une também às facções que pressionam e oprimem os mais pobres que não têm a proteção da polícia, justamente por decisão do STF?

Em que país vive esse cristão?

Afirmo. Não é cristão. É uma fraude. É tão bandido quanto todos os que citei. Merece o fogo do inferno. A lei do retorno é implacável com gente que disfarça ter caráter e retidão.

E, por esses motivos, é que me afastei de pessoas que fingem possuir o sentimento e a crença cristã. Bandido e apoiador de bandido não tem lugar ao meu lado.

Não é questão política, é questão de caráter.

 

 

Paulo Costa, empresário, para Vida Destra, 29/09/2022.                                                    Vamos debater o meu artigo! Sigam me no Gettr: @PauloCostaOfic2

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Últimos posts por Paulo Costa (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments