Por Sander Souza                                                                                                        @srsjoejp

 

Palmeiras x Bahia

 

Pré-jogo

 

Quando surge, amigos palestrinos!

Chegamos à trigésima edição desta resenha, que começou de forma despretensiosa, como o simples desabafo de um torcedor palmeirense diante da derrota do Verdão para o Flamengo na final da Supercopa do Brasil, que pode ser lido aqui! O meu muito obrigado a todos os que tem prestigiado este meu trabalho até aqui!

O maior campeão do Brasil segue na busca por mais um título nacional, e hoje o Verdão recebeu no Allianz Parque a equipe do Bahia, para partida válida pela 7ª rodada do Brasileirão. Vindo da derrota de 3 x 1 para o Red Bull Bragantino, o Verdão está com 10 pontos e tentaria se recuperar para garantir uma melhor posição entre os primeiros colocados na tabela. Já o Bahia vem da vitória contra o Athletico-PR, e estava à frente do Verdão, com 11 pontos.

Diante dos últimos acontecimentos, envolvendo desde as declarações de Abel Ferreira e Galiotte, até as renovações de contratos de alguns jogadores alviverdes, havia muitas expectativas sobre a partida de hoje.

O time treinou nos dias 25 e 26/06, na Academia de Futebol. Os treinos mostraram a integração entre elenco principal e time reserva, com poucas Crias da Academia presentes!

Para este confronto, o Professor Abel Ferreira montou um time no esquema tático 4-3-3, com o Jailson, fechando o nosso gol; Benjamin Kuscevic e Luan, na zaga; Victor Luís, na lateral esquerda e Marcos Rocha, na lateral direita; Danilo, Gustavo Scarpa e Danilo Barboza, no meio campo; Breno Lopes, Luiz Adriano e Rony, no ataque. O time não é ruim, mas vamos ver como funcionará na prática! Destaque para o retorno de Danilo e Kuscevic ao time titular.

O Jogo

 

Como sempre, o Verdão iniciou procurando pressionar para garantir a posse de bola e a criação de jogadas. O time começou bem, com o ataque trabalhando e aos 6 minutos, numa cobrança de falta, Scarpa mandou um foguete pro fundo do gol adversário, abrindo o placar no Allianz Parque! Porco 1 x 0 Tricolor Baiano.

Porém, nossa alegria durou pouco, pois aos 11 minutos, numa falha da nossa zaga, o Bahia empatou. Porco 1 x 1 Tricolor Baiano. O jogo seguiu equilibrado e bem movimentado, com muita disputa pela posse debola. e ambas as equipes dando trabalho aos defensores. Aos 21 minutos, numa excelente oportunidade, Luiz Adriano recebeu na área e chutou cruzado, obrigando o goleiro Mateus a fazer uma difícil defesa! Logo em seguida, aos 23 minutos, Rony tocou para Danilo, que mandou a bola na trave, mas estava impedido.

Seguindo com o jogo equilibrado, aos 31 minutos numa cobrança de escanteio Scarpa mandou a bola pra área, que foi desviada por Kuscevic para Danilo, que quase marcou pro Verdão! Vale registrar que o jogo só esteve equilibrado porque o Tricolor Baiano soube aproveitar bem as falhas dos nossos jogadores, principalmente da nossa zaga. No primeiro tempo Rony e Breno Lopes estavam fraquíssimos no ataque, assim como Marcos Rocha na direita.

O Verdão voltou para o segundo tempo sem alterações. Eu estava torcendo para que o Professor tivesse uma daquelas suas conversas com o elenco durante o intervalo! O ritmo de jogo pouco mudou em relação ao primeiro tempo, com ambos os times ainda equilibrados. Aos 9 minutos, num contra-ataque Breno Lopes partiu em velocidade e finalizou, com o goleiro defendendo.

Aos 11 minutos, o Professor Abel Ferreira fez as nossas primeiras substituições, com Gabriel Menino, Patrick de Paula, Zé Rafael e Raphael Veiga entrando no lugar de Marcos Rocha, Danilo, Danilo Barboza e Luiz Adriano. Como o time reagiria com essas substituições?

Aos 23 minutos, numa das nossas poucas boas oportunidades, Scarpa cobrou falta batendo direto pro gol e mandando por cima da meta!

Na minha humilde opinião, o time não mudou praticamente nada. Melhor dizendo, mudou para pior! Fiquei com a impressão que o time estava perdido em campo, com os jogadores não sabendo o que fazer! O Bahia foi ganhando confiança e começou a ter vantagem em campo. E como resultado, aos 29 minutos o Bahia ampliou o placar no Allianz Parque! Porco 1 x 2 Tricolor Baiano.

Aos 32 minutos, nossa última substituição, com o Deyverson entrando no lugar de Rony. Logo após, aos 33 minutos, numa cobrança de falta, Scarpa cruzou na área e Veiga desviou de cabeça, mandando pro fundo do gol e empatando o jogo para o Verdão! Porco 2 x 2 Tricolor Baiano.

Já nos acréscimos, aos 46 minutos Breno Lopes recebeu na área e finalizou, mandando pro fundo do gol do Mateus, ampliando pro Verdão e desempatando o jogo! Resultado final no Allianz Parque: Porco 3 x 2 Tricolor Baiano!

Meus amigos, que jogo complicando! Aconteceram muitos erros individuais, com os jogadores perdendo algumas bolas para os adversários, não conseguindo vencê-los na corrida. Nossos jogadores tem boa técnica, mas parece que tem dificuldade em se adaptar rapidamente às mudanças táticas, me parece que falta um pouco mais de entrosamento.

Fora isso, nosso time lutou como pôde, apesar da luta ter sido mais difícil do que eu previa! Mas vitória é vitória! Foram três gritos de gol!! Bora abrir uma Heineken e comemorar!

O Inter que se prepare!

 

AVANTI PALESTRA!

 

*Sander Souza é diretor de jornalismo do Vida Destra.

 

Sigam Vida Destra Esportes no Twitter: @EsportesVD, no Instagram: @esportes_vd e no Canal do Telegram : https://t.me/EsportesVD

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra Esportes. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Sigam
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments