Nome limpo (parte 2)

Últimos posts por Áurea Lima (exibir todos)

Para quem perdeu a primeira parte: Nome limpo  (Parte 1)   Dias depois, novamente, lá estava a mãe, junto ao lampião, separando as moedinhas e anotando alguma coisa num caderninho. Na manhã seguinte, vestiu-se, chamou o menino e foram à vendinha. Ela tirou um pequeno saquinho de pano de dentro do vestido e pagou o que devia no comércio. O menino observava tudo o que acontecia. O dono da mercearia disse desarrumando os cabelos do menino: “Espero que você seja tão honesto como sua mãe e seu avô. Eles pagam…

Ler mais

Nome limpo (parte 1)

Últimos posts por Áurea Lima (exibir todos)

  Quando criança, ele costumava ouvir seus avós e outros idosos conversando por longas horas sentados em cadeiras de balanço, rodeados de crianças que vinham das casas das ruas vizinhas. Era uma festa ouvir tantas histórias. Não havia luz, nem asfalto. Por vezes, os primos se juntavam numa caçada incansável aos vagalumes nas noites quentes de verão, ou se reuniam próximos a grandes fogueiras, com batata doce e milho assando no meio das labaredas fumegantes. Ao som de gargalhadas e o estalar da madeira queimando o pequeno garoto tentava aprender…

Ler mais