Nome limpo (parte 2)

Para quem perdeu a primeira parte:

Nome limpo  (Parte 1)


 

Dias depois, novamente, lá estava a mãe, junto ao lampião, separando as moedinhas e anotando alguma coisa num caderninho. Na manhã seguinte, vestiu-se, chamou o menino e foram à vendinha.

Ela tirou um pequeno saquinho de pano de dentro do vestido e pagou o que devia no comércio.

O menino observava tudo o que acontecia.

O dono da mercearia disse desarrumando os cabelos do menino:

“Espero que você seja tão honesto como sua mãe e seu avô. Eles pagam tudo o que devem e nem preciso ir cobrá-los. Eles podem comprar o que quiserem, só pelo nome do seu bisavô, seu Firmino, um homem muito honesto.”

Finalmente, sua dúvida de infância fora esclarecida. O nome limpo é a honestidade.

O tempo voou, o menino agora era homem feito. Dono de uma multinacional, a qual deu o sobrenome de seu bisavô. Sem dúvidas, o bom nome.

O jovem pai, observava da varanda, os resultados da lição aprendida.

Vivemos numa sociedade capitalista, endividada, enganadora, mesquinha, medíocre, onde o importante é ostentar uma vida de aparências.

O nome limpo pode lhe custar algumas privações, como comprar aquela roupa que você quer, mas decididamente não precisa. Aquele celular de última geração só porque outras pessoas têm. E outras coisinhas que você julgar necessário incluir à lista de desnecessários ‘preciso de’…

Alguns alegam que não importa se devem ou não. O que importa e sentir-se bem. Pobres e iludidos. Como podem estar bem, com os agiotas disfarçados de promoções à porta?

Gastam o que não têm, adoecem por não conseguir dormir tranquilos com tal “façanha”. Ensinam as gerações futuras a viver o peso de uma desordenada vida consumista.

Vivem bem os que sabem viver no orçamento que lhe cabem. Guardam para as emergências. Elas aparecerão. Podem apostar…ou melhor…pode ter certeza!

Não digo pra não usufruir do que é bom. Pois o esforço de uma vida de trabalho pode proporcionar isso. O segredo, porém, é fazer tudo com planejamento.

Se viver a sua realidade financeira nos próprios limites for maior do que querer viver para a opinião dos outros, então, sim…você tem um nome limpo.

Últimos posts por Áurea Lima (exibir todos)

Saiba das novidades, siga-nos

Related posts

Deixe uma resposta