Preocupa-me a paralisação dos caminhoneiros.

A vítima será a população, que se voltará contra Bolsonaro.

Seria como obrigá-la a fazer greve de fome justificando um objetivo maior a ser atingido.

Não vai dar certo.

Ela não foi consultada para isso.

As justificativas se assemelham ao “fique em casa, a economia a gente vê depois”.

O Congresso, STF e imprensa, ou seja, a cleptocracia, vai morrer de rir e assistir de camarote.

Os caminhoneiros poderão conseguir o que aqueles tentam e fracassam desde a campanha eleitoral: jogar o povo contra o presidente.

Já se percebe nas redes os que insuflam o radicalismo e atacam a “frouxidão” do chefe do Executivo.

Estes insufladores, logicamente, são “Infiltrados” e  indicam a estratégia a ser neutralizada.

Pela primeira vez percebo ameaça à liderança do presidente, que terá que agir rápido e de forma efetiva.

Terá que convencer os caminhoneiros a se retraírem e se alinharem sob seu comando. Porém, são um grupo praticamente acéfalo ou com muitos representantes, como queiram, o que dificulta acordos.

Para tanto, creio haver a necessidade de demonstrar, com ações, que as palavras e promessas dos palanques de 07/09/2021 estão sendo colocadas em prática.

Talvez essa greve de caminhoneiros tenha o mesmo significado do rompimento de marcha do General Mourão Filho, em 31 de março de 1964, que tornou irreversível o desencadeamento das ações.

Se assim for, o presidente tem que ser capaz de orientar os esforços no devido caminho, ou perderá o controle.

Os fatos já criaram vida própria e se sucederão de maneira aleatória na anomia institucional vigente.

Há que se reestabelecer a unicidade de comando, e rápido.

 

Nota: outros artigos de minha autoria que se relacionam com o tema deste e embasam análises podem ser acessados neste link!

 

 

Fábio Sahm Paggiaro, para Vida Destra, 10/09/2021.                                                Sigam-me no Twitter! Vamos debater o tema! @FPaggiaro

 

Crédito da Imagem: Luiz Jacoby @LuizJacoby

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Fábio Sahm Paggiaro
Últimos posts por Fábio Sahm Paggiaro (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments