Imagem de capa: Galileu diante do Santo Ofício, tela de Joseph-Nicolas Robert-Fleury

 

Caro leitor, o ano de 2021 foi um tornado de más notícias e nada é mais inusitado em pleno século XXI, que perceber como o ser humano esqueceu de princípios importantes que formam o caráter de cada membro da sociedade.

Sociedade esta, como já disse Chesterton, que está doente há muito tempo, pois “os hereges atuais são aqueles que ousam dizer a verdade”.

Antigamente, o homem tinha méritos em ser chamado de ortodoxo, havia nesta afirmação a certeza de que este homem não havia mais se isolado em um deserto imenso, pelo contrário.

Ele alcançava um mérito raro, que era o de trazer luz para assuntos que antes não tinham raciocínio, que não tinham a veracidade, pois a supressão da verdade era incentivada pelo medo, terror e castigo.

É impressionante como os ortodoxos se tornaram hereges hoje em dia.

Este homem, que antes tinha orgulho de se dizer e se mostrar como ortodoxo, cético, racional e capaz de suprimir as mentiras repetidas milhares de vezes com fatos, está sendo perseguido, está sendo tolhido e até mesmo preso sem processo legal que defina que crime ele cometeu ao exercer a ortodoxia.

A pratica da Idade Média, voltou a assolar o mundo. Dizer verdades custa a este homem sua liberdade, seu emprego, sua sobrevivência.

Mas ao passar dos anos, a pratica de perseguições insanas baseadas em convicções igualmente insanas tiveram um fim triste, melancólico, que custou a vida de milhões de pessoas.

O habito de dizer a verdade foi milhões de vezes crucificado, foi milhões de vezes queimado em praça pública. A luz que vem das trevas não é luz, é fogo que queima e sufoca.

A doutrina dos Direitos do Homem foi novamente posta de lado e assim toda e qualquer opinião não tem mais importância.

Liberta-se bandidos, criminosos, corruptos, estupradores, pedófilos, pelo simples prazer em teorizar que estes crimes deixaram de ser a pauta mais importante. Importante é desorganizar a sociedade e a fundamentação sobre os Direitos do Homem, que se dane!

Vale tudo para jogar a sociedade novamente na Idade Média.

Enquanto todo tipo de criminoso foi solto nestes últimos anos, o fruto da opinião foi encarcerado.

Exemplos não faltam para comparar como estamos a involuir séculos em anos.

Galileu Galilei, astrônomo, físico, engenheiro, defendeu o heliocentrismo.

Galileu defendeu esta teoria com base em suas observações astronômicas de 1609 (Sidereus Nuncius 1610).

Já em 1615, os escritos do astrônomo referentes ao heliocentrismo foram julgados pela Inquisição Romana, que alegava que Galileu e seus seguidores estavam tentando reinterpretar a Bíblia, uma violação bárbara e herética ao Concílio de Trento, pois se assemelhava perigosamente com o Protestantismo.

Resultado?

Galileu foi considerado “veementemente suspeito de heresia” (embora ele nunca tenha sido formalmente acusado de heresia, o que impediu que ele enfrentasse punições físicas ou seja, por ter mantido a opinião de que o Sol permanece imóvel no centro do universo, que a Terra não está no centro e se move, e que isso pode sustentar e defender uma opinião como provável depois de ter sido declarada contrária à Sagrada Escritura.

Ele foi obrigado a “abjurar, amaldiçoar e detestar” suas próprias opiniões. Ele foi condenado a prisão formal, mas esta sentença foi modificada e ele pôde “desfrutar” de uma prisão domiciliar, vejam vocês como foram “bondosos” os inquisidores.

Morreu aos 77 anos em sua casa, sozinho, contrariado e calado.

E hoje o que vemos aqui no Brasil?

Um deputado federal, que sem crime anterior que definisse sua prisão, foi encarcerado nos mesmíssimos moldes de Galileu.

“Bondosamente”, sem pena, sem condenação, sem processo formal, foi agraciado com a prisão domiciliar, mas não pôde como Galileu, opinar, falar, se exprimir, dar entrevistas. Está amordaçado.

Voltamos ou não a Inquisição, na Idade Média, caro leitor?

O mundo está de cabeça para baixo e você também está. Não abandone a ortodoxia. Não deixe de ser racional, opinativo, cético e crítico.

Certamente os pais fundadores dos EUA, que criaram as condições para a nossa liberdade, estão a se revirar em seus túmulos, mas rogando para que você não esqueça de lutar, para que você não esqueça de dar seu testemunho independente.

A ideia de certos “iluminados” é de que a verdade universal não importa mais. Importa sim, acabar com o mundo moderno com todas as suas imperfeiçoes, com todas as liberdades que foram conquistadas à base de suor, sangue, lagrimas e sacrifícios.

Então volto a perguntar:
Você é ou não um ortodoxo?

 

 

Paulo Costa, para Vida Destra, 06/01/2022.                                                            Vamos debater o meu artigo! Sigam me no Twitter: @PauloCostaOfic2

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao [email protected]
Últimos posts por Paulo Costa (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments