Ainda lembro do tempo que, ainda garoto, ouvia o personagem Didi Mocó, dos Trapalhões, soltar esta frase de efeito, mostrando a todos nós que o brasileiro gosta de uma poltrona e de um sofá.

As principais questões do nosso país tiveram pouca resiliência por parte de quem se diz conservador.

E posso afirmar para vocês isto através de algumas questões das quais participamos e boa parte das pessoas sempre criticando, mas nunca trazendo soluções.

Vamos a elas?

Pois bem, entregamos a liberdade de ir e vir, mas colocamos a culpa no Bolsonaro.

Crianças, idosos e adultos foram barbarizados, algemados logo após decisão do STF que proibia o ato de se algemar pessoas, e você estava aí, sentado na poltrona, criticando a falta de pulso do Presidente.

Quando da aprovação desta aberração que é o Fundão Eleitoral, mais uma vez você estava lá, que além de sentado, não percebeu que isto iria virar, como de fato virou, uma farra com o dinheiro publico.

Não percebeu que 2/3 dos congressistas que temos em Brasília, são na verdade criminosos que tem sérios problemas com a Justiça? Não percebeu também que estes congressistas não foram eleitos pelo voto direto e sim por um estapafúrdio método de coeficiente eleitoral que faz com que somente 27 deles tenham sido eleitos por votos majoritários na Câmara dos Deputados?

Vou tentar adivinhar onde você estava… na poltrona. Acertei?

Mas seus dedinhos estavam afiados quando alguém o avisou desta barbaridade, certo?

Mais uma vez, você criticou o Presidente sem o mínimo pudor e falou de suas limitações como estadista, como homem público, e que ele na verdade fala demais. Acertei? Puxa, estou dando sorte!

Será que posso jogar na Mega Sena??

Enfim, nestes últimos dias eu vi somente este sujeito, que é a todo momento criticado pelos seus métodos, suas falas e posturas, dando a cara a tapa para falar do salvo conduto dado pela ANVISA.

Prefeitos e governadores poderão fazer experimentações cientificas com seus filhos e netos; e muito possivelmente milhares deles venham a ter complicações de saúde seriíssimas, outros podem vir a óbito, pois, estamos falando de vacinas experimentais. Se isto não é crível, porque não dão publicidade ao ato da autorização, com nomes dos técnicos que autorizaram a vacinação?

Caso estas vacinas sejam de fato seguras para as crianças, por que os técnicos e o Presidente da ANVISA estão a pedir proteção policial?

Quando é feita uma grande descoberta, normalmente estes técnicos querem aparecer às 20 horas, no horário nobre da televisão, para falar a respeito do grande feito.

Por que estão se sentindo ameaçados se a vacina é segura?

Por que eles estão com medo? Será que o motivo está interligado ao fato desta mesma ANVISA escrever em “notinha”, que muito provavelmente alguns sintomas como dor no peito, tremores repentinos, falta de ar, palpitações, dor, inchaço, sejam de fato reações esperadas pelos técnicos da agencia?

Digo e repito, quem escreveu sobre os sintomas foi a ANVISA, portanto não venham me dizer que isto é fake news!

Enfim, enquanto você estava a ler este pequeno texto, me pergunto onde estava? Na poltrona? Se acertei, não espere milagres se você próprio não participa da vida política e social do país.

Seja resiliente. Não se permita fraquejar. Quando estamos no meio do inferno não podemos parar.

Pare de agir como engenheiro de obra pronta. Participe!!!

 

 

Paulo Costa, para Vida Destra, 27/12/2021.                                                            Vamos debater o meu artigo! Sigam me no Twitter: @PauloCostaOfic2

 

Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

 

As informações e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade de seu(s) respectivo(s) autor(es), e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org
Últimos posts por Paulo Costa (exibir todos)
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments