Segundo informes recebidos na manhã de hoje, 22/01/2019, foram presos acusados da morte de Marielle Franco.

Dois deles, o ex-Capitão do Bope Adriano Magalhães e o major da PM Ronald Paulo Alves, foram homenageados por Flávio Bolsonaro, na ALERJ.

Isso quer dizer: agora a esquerda vai novamente começar com terrorismo psicológico, tentando semear discórdia, cizânia, confusões e divisões onde conseguirem colocar suas nefastas vozes.

Não se deixem levar por mais uma patacoada! A sociedade civil tem que resistir, definitivamente, a mais uma enxurrada de mentiras!

Últimos posts por Fábio Talhari (exibir todos)

7 Comentários

    • Logo na manhã do dia, começaram a ficar assanhados. Ao final do dia, não estão tão animados assim. Porque Flávio está muito longe de ter relação com esse episódio.

  1. Gostaria da mesma insistência da mídia cobrando uma investigação séria do assassinato de Celso Daniel e/ou o atentado contra a Delegada e Deputada Federal do RJ nesse mês.
    Não existe jornalismo sério e imparcial no Brasil.

    • Sempre foi seletivo! Na verdade, esse “filtro” que a imprensa impõe só começou a ser retirado a partir do surgimento da internet!

Sua participação é muito importante para nós do Vida Destra. Participe, comente e interaja!