Educação (parte 2) 

Caso tenha perdido :  Educação (parte 1) 


 

Ela começou…

Minha mãe sempre diz que devo estudar pra ter boa educação. Outros dizem: Que falta de educação! A escola não ensina isso pra você, não? Então pensei…Como alguém pode não ter educação se vai à escola?

No começo, achava que os adultos estavam malucos, pois cada um dizia o que bem queria e depois culpava a Educação.

Pra mim, Educação e tudo o que meus colegas  disseram, exceto ser uma velha de bengala..o que nao agradou Luizinho.

A Educação é um conjunto de coisas boas que fazem a gente viver bem em sociedade. É como se fosse um bombom que a professora daria para quem fosse mais coerente na resposta…Enquanto estivermos defendendo nossas próprias ideias sem respeitar as dos outros, todos perderemos. Assim, se eu eu faço alguma coisa que, de alguma maneira, machuque meu colega ou até mesmo um estranho,  prova que não tenho educação.

Vejo pessoas corruptas discutirem sobre algo que desconhecem. Penso também nas pessoas que desejam tirar vantagens e tudo, não importando o que isso trará de consequências a quem quer que seja.

Vocês podem me perguntar: Você acha que a educação ainda tem jeito?

Eu, com certeza, direi que sim. O caminho não é  fácil, porque às vezes,  nós, as  crianças somos os maiores prejudicados. Por exemplo, quando nossos direitos são violados. Mas isso é tema pra outra redação.- diz com um sorriso de canto.

Mas, culpar os pais, o Governo, a sociedade faz parecer que somos expectadores de nosso próprio fracasso escolar.

Não acredito que outra pessoa possa estudar por mim, mesmo porque eu já tenho claro na mente o que quero ser…médica…

Não será fácil, mas preciso fazer com que a Educação aconteça, porque sem ela não existe presente e muito menos futuro. Neste caso, o que será de nós?

Após a leitura da garota, todos aplaudiram e deixaram pra lá esse papo de ser melhor do que o outro. A professora, emotiva que só ela, deixou escapar algumas lágrimas pela face marcada pelo tempo. É claro que ela ganhou o bombom e foi aplaudida de pé pelos amigos.

A explanação da menina fez do que a turma desejasse que a Educação fosse uma sementinha que precisa de cuidados para crescer vistosa.

Depois daquele dia, a turma se envolveu em projetos de conscientização da importância de desenvolver uma sociedade capaz de realizar sonhos e de transformar, pela influência, outras vidas. Até mesmo o Prefeito soube da redação eloquente da garota e depois que concluiu o Ensino Médio, para orgulho da mãe, dos professores e da turma, Aninha fora a porta voz, recebendo com honras o canudo.

Ah…A Aninha conseguiu uma bolsa de estudos pra cursar medicina no exterior. Foram anos de muita determinação. Longe da mãe e de seus novos amigos, ela mandou fazer uma colcha enorme com o nome de todos, assim, segundo ela, sentiria seu país pertinho….

Ali, enquanto aguardava o momento de receber seu diploma em Medicina, a menina, agora mulher, não tinha dúvidas da missão que ainda tinha pela frente. Levar alívio às dores do corpo, mas também a capacidade de regar a plantinha da Educação para que outros possam ser o que desejarem.

Ia me esquecendo…Hoje recebi uma carta. Aninha está em Missão, cumprindo o que prometeu pra si mesma anos atrás…

Olha, você também tem a sua missão, já descobriu o que pode fazer pra dar sentido à Educação?

Não importa como fará, apenas envolva-se nesta aventura. A Educação é o que você fizer dela.

Espero que sejam sábias, suas decisões.

A educação agradece!

Últimos posts por Áurea Lima (exibir todos)

Saiba das novidades, siga-nos

Related posts

Deixe uma resposta