Por que você não deve perder tempo debatendo com esquerdistas

Siga-me:

Vinicius Mariano

Formado em ciência da computação, pós graduando em desenvolvimento de software, estudante de direito e economia nas horas vagas, apaixonado por política e ciências sociais. Ex-esquerdista, que deixou essa pseudo-ideologia por respeito à lógica e ao uso racional do cérebro
Vinicius Mariano
Siga-me:

O esquerdismo, visto pelo senso comum e pelos seus seguidores como a ideologia que luta contra os males sociais, como pobreza, fome, miséria, promove a justiça social e também contra a “direita fascista individualista”, não passa de um conjunto de ações baseadas na falta de lógica do indivíduo e no mau caratismo. Travestida de benesse, essa pseudo-ideologia política consegue, com seu discurso do bem, recrutar vários adeptos em espaços culturais, como escolas, mídias e universidades, contando, para isso, com um exército de intelectuais que contam meias verdades, capazes de fazer…

Ler mais

Aborto, o eufemismo para o assassinato

Siga-me:

Vinicius Mariano

Formado em ciência da computação, pós graduando em desenvolvimento de software, estudante de direito e economia nas horas vagas, apaixonado por política e ciências sociais. Ex-esquerdista, que deixou essa pseudo-ideologia por respeito à lógica e ao uso racional do cérebro
Vinicius Mariano
Siga-me:

Tendo ganhado destaque em mídias recentemente, o aborto tem sido legalizado em uma série de países que vão desde a Europa até a América Latina, continente em que a maioria das nações restringem essa prática, o que faz com que optantes recorram a clínicas clandestinas. As justificativas daquelas que praticam esse ato são várias e a maioria usa o argumento de que a gravidez fora indesejada e ocorreu por uma falha de algum método anticoncepcional. Por outro lado, não há justificativas lógicas que consigam sustentar a moralidade para se legalizar…

Ler mais

Ministros de Bolsonaro: Paulo Guedes e seus desafios no governo

Siga-me:

Vinicius Mariano

Formado em ciência da computação, pós graduando em desenvolvimento de software, estudante de direito e economia nas horas vagas, apaixonado por política e ciências sociais. Ex-esquerdista, que deixou essa pseudo-ideologia por respeito à lógica e ao uso racional do cérebro
Vinicius Mariano
Siga-me:

Paulo Guedes é economista pela UFMG, mestre pela FGV e mestre e doutor em economia pela Universidade de Chicago, escola referência no pensamento liberal econômico que formou os economistas chilenos que estabilizaram a economia daquele país no governo de Pinochet através de medidas liberais, como privatizações em massa de empresas estatais, revogação de regulamentações inúteis e abertura da economia ao mercado externo. Além disso, a Universidade de Chicago é a que mais reúne economistas vencedores do prêmio Nobel no mundo, incluindo Milton Friedman, forte expoente da Universidade e do liberalismo…

Ler mais

Como os direitos trabalhistas prejudicam os trabalhadores

Siga-me:

Vinicius Mariano

Formado em ciência da computação, pós graduando em desenvolvimento de software, estudante de direito e economia nas horas vagas, apaixonado por política e ciências sociais. Ex-esquerdista, que deixou essa pseudo-ideologia por respeito à lógica e ao uso racional do cérebro
Vinicius Mariano
Siga-me:

Como os direitos trabalhistas prejudicam o trabalhador Com uma das legislações que mais “protegem” os trabalhadores no mundo, as leis trabalhistas do Brasil estão enraizadas na cultura do país como fruto de muita “luta e conquista” por parte da classe trabalhadora, o que tem um certo quê de verdade, pois, na época em que a CLT foi criada, as condições de trabalho eram péssimas, no entanto, o problema foi solucionado da forma errada, dado que um dos motivos das péssimas condições eram os tributos excessivos e regulações desnecessárias (que já…

Ler mais

Ninguéns

Últimos posts por Áurea Lima (exibir todos)

  Conta-se a história de que todos os dias um leiteiro passava pelas casas de um vilarejo e ali deixava um litro de leite e recolhia os vasilhames vazios em sua rotina diária. Todas as vezes, quando tocava a campainha, ouvia: “Quem é?” E a resposta era quase que imediata: “Ninguém!” Um dia, já cansado dessa desfeita, o homem perguntou à criança porquê dizia que não era ninguém, se sempre o via chegando. A criança respondeu com toda inocência: “Falo isso pra mamãe não precisar vir atender a porta. Sei…

Ler mais